Revista de creación literaria en busca de creadores del mundo

jueves, 27 de abril de 2017

Não mais sob a Árvore de Bô, de Jorge Lauten

Não mais a pureza de Ramabyana
o incenso e o sândalo
os pés nues nas pedras do templo

enquanto eles comerem na minha mesa
na velha casa de Dili
não mais me sentarei sob a árvore de Bô